BLOG DO COVEIRO

Contatos: wenddel_cocal@hotmail.com Fone/WhatsApp: (86) 99972-6801.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Cocal planeja ampliar atendimento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

A Prefeitura de Cocal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está realizando diagnóstico de público com famílias do bairro Santa Teresinha, com o objetivo de ampliar a abrangência do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Após a conclusão do diagnóstico, a Prefeitura vai estudar estratégias de ação para iniciar a ampliação do serviço.


Nesta terça-feira (18), a psicóloga do Cras, Hosana Brito, realizou uma palestra para os moradores do bairro Santa Teresinha sobre o papel da Secretaria Municipal de Assistência Social, do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), do  Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e do Plano Bolsa Família.

"Foi enfatizado especificamente sobre o que é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e o seu papel amplo de fortalecer os vínculos com a família,  na escola e na sociedade em geral. Na ocasião, devido à demanda do Bairro Santa Teresinha, foi realizada uma pré-inscrição para as crianças e adolescentes da referida área", explica a psicóloga Hosana Brito.


As famílias residentes no bairro Santa Teresinha que tem crianças e adolescente e são beneficiárias do Bolsa Família podem se dirigir à sede do CRAS, localizado na Rua Carmélia Dutra, 343, no centro de Cocal, para realizar o pré-cadastro. É necessária a apresentação do cartão do Bolsa Família e documentos pessoais.
Beneficiários do Bolsa Família de Cocal recebem orientações da Prefeitura

Ainda foi promovida uma manhã de acompanhamento aos beneficiários do Plano Bolsa Família. O encontro aconteceu na sede do programa em Cocal. Na ocasião, a psicóloga Francisca Veras conversou com as pessoas sobre a política de atendimento Secretaria Municipal de Assistência Social, seus locais de atendimento, focando para os serviços ofertados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).


Durante o encontro foram discutidos temas como violência contra a mulher, criança e adolescente; como o adulto pode reconhecer os sinais de abuso e a quem recorrer, com total sigilo e as atitudes que devem ser tomadas nestes casos. Os participantes, em sua maioria, mulheres, tiveram oportunidade de opinar e esclarecer suas dúvidas sobre o assunto.

A psicóloga Francisca Veras explica que orientar a população sobre como agir em casos de violência doméstica e abuso sexual é muito importante. "A maioria das pessoas não sabe como agir em situações dessa natureza, têm medo e vergonha. Por isso nós precisamos abordar o tema junto a comunidade e orientar a população sobre quem procurar e explicar que eles receberam todo o suporte e apoio necessário", finaliza.

Nenhum comentário: